Total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de setembro de 2010


A vida, bordadeira de surpresas bonitas que também é, de vez em quando, borda no tecido do caminho da gente umas histórias aparentemente sem pé nem cabeça, mas com muito coração.
E é o coração que pode encontrar importância no significado do bordado. Reverenciar a mestria, a ternura, o requinte do humor da bordadeira. A sua perspicácia. A sua visão amorosa. Sentir a qualidade de textura dos fios de sabedoria que ela usou para bordar a surpresa.
É o coração. Não, necessariamente, a circunstância.
*Ana Jácomo*

Nenhum comentário:

Postar um comentário