Total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de novembro de 2010



Dentro de mim soa uma melodia quando chega um amigo, e é essa melodia que me torna feliz. Quando o amigo parte fico cheio da sua música, e essas melodias não se esgotam, porque em cada pessoa produz-se uma melodia diferente, que também nos torna felizes e enriquece nossa harmonia.Talvez haja uma melodia ou várias que me agradem de maneira particular, mas não me apego a elas: de fato são agradáveis, quer estejam ou não comigo, pois não tenho a enfermidade da nostalgia. A verdade é que não posso sentir a falta de um amigo porque tenho a sua presença comigo. Se sentisse a sua falta, estaria reconhecendo que, quando ele partiu, teria deixado um vazio no meu peito. Pobre de mim, se cada vez que uma pessoa querida partisse, minha orquestra deixasse de tocar!
*Anthony de Mello*

"Sem a música, a vida seria um erro"
*Friedrich Nietzsche*

Nenhum comentário:

Postar um comentário