Total de visualizações de página

segunda-feira, 19 de outubro de 2009


“Porque tu me chegaste,
Sem me dizer que vinhas.
E tuas mãos foram minhas com calma.
Porque foste em minh’alma como um amanhecer,
“Porque foste o que tinha de ser.”
*Desconheço a autoria*

Nenhum comentário:

Postar um comentário