Total de visualizações de página

sábado, 22 de agosto de 2009

Te amo... Mesmo quando está escuro.


Pensando que a filha já estava dormindo, o pai orou, com voz entrecortada: Eu confio em ti, ó Pai, mas... a noite está escura demais!

Ao ouvir a oração do pai, a menina começou a chorar ...

— Eu pensei que você estivesse dormindo, querida — ele disse.

— Eu tentei papai. Estava triste por você. Eu tentei de verdade. Mas não consegui dormir. Papai, você já viu uma noite tão escura assim? Por que, papai? Eu não posso ver você. Está escuro demais.

Em seguida, por entre as lágrimas a menina disse baixinho:

— Mas você me ama mesmo quando está escuro, não é verdade, papai? Você me ama mesmo quando eu não posso enxergar você, não é verdade, papai?

Como resposta, o homem pegou a filha da cama com suas mãos enormes, colocou-a de encontro ao peito e segurou-a carinhosamente até ela dormir.

Quando ela se aquietou, o homem voltou a orar para Deus.

“Pai, a noite está escura demais. Não posso te enxergar. Mas tu me amas, mesmo quando está escuro e eu não posso te enxergar, não é verdade, Pai?”.

Naquele momento, o Senhor o tocou dando-lhe novas forças para prosseguir. Ele sabia que Deus continuaria a amá-lo, mesmo no escuro.
*Autor desconhecido*

Nenhum comentário:

Postar um comentário